sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Refugiados - Kleber Nunes



 
Quando o próprio lar é incapaz acalentar e torna-se peçonhento       

E o instinto de sobrevivência cala a razão

Quando os pais chegam ao ponto de lançar seus filhos ao mar

E esse mar de incertezas parece mais seguro que a própria terra mãe

Quando o desespero de um ser humano torna-se cena corriqueira     

E só a imagem de uma criança esvaída de vida é capaz de nos comover

Quando tudo isso for nossa sórdida realidade

E nossa realidade é asquerosa

Só evocando as virtudes da alma

E deixando o amor cumprir seu papel

É que venceremos a estupidez

E o desamor

Nenhum comentário:

Postar um comentário