sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Baú das ilusões – Kleber Nunes


O baú das ilusões está sempre cheio
Repleto de destinos, de fantasias
O baú das ilusões está sempre vazio
Carente de cor, de felicidade

O baú das ilusões empoeira porque o amor é escasso
Joia alguma reluz, quando a angustia da falta dilacera o peito
O sorriso é pálido, o sofrimento é ávido
O céu é distante


Nenhum comentário:

Postar um comentário