domingo, 14 de julho de 2019

Páginas em branco – Kleber Nunes

Uma centelha de vida
É o ineditismo de cada segundo
O mesmo rio que é sempre outro
Um novo corpo a cada dia, uma nova alma

Os momentos são constelados
As energias materializadas
Nos lugares que frequentamos
Em nossas casas

Tudo é inédito
As páginas em branco da vida
As incertezas da próxima hora
Estar respirando



Nenhum comentário:

Postar um comentário