domingo, 24 de janeiro de 2016

Imprevisibilidade – Kleber Nunes




 
Uma escolha
Um segundo que determina uma vida

Esquerda ou direita
Ir ou ficar
Não há Deus ou destino
Há escolhas
Consequências
Um nada que se materializa
De repente ocupamos um vazio
Abandonamos o conforto covarde de nada decidir
Por que a vida nos cobra
Sobreviver e reinventar-se não é uma opção
A imprevisibilidade da vida é algo assustador
E ao mesmo tempo esperançoso
Talvez um presente da criação
Que viu na imprevisibilidade a essência da liberdade
E na liberdade a razão de tudo
 

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Tantas outras possibilidades – Kleber Nunes


 
 
Eu andava, andava
E a lua me seguia
Andava, andava
E a estrela estava lá
Era o mesmo caminho de sempre
Mas resolvi erguer a cabeça
E descobri novas cores
Tantas outras possibilidades
E o caminho já não parecia o mesmo
O vento mudou a poeira de lugar
Descobri novas casas
Tudo se renovou
Continuei andando
E a lua ainda estava lá
A estrela a enfeitar
Outra lua
Outra estrela
Por que eu também já era outro
Mudei durante o caminho
Por que me propus a olhar para o alto
E fitar novos horizontes
 

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

A casa do coração – Kleber Nunes


  

Há de haver um lugar
Destinado ao repouso do coração
Um abrigo que possa protegê-lo da noite fria
Liberta-lo da escravidão do amor
Da dor única da saudade
Da angustia de não querer estar aqui
De não querer estar em lugar algum
De não querer ser nada
Há de haver
Uma planície verdejante a perder de vista
Onde o vento sopra o dia inteiro
E o coração pulsa apenas o suficiente
Leve
Liberto
Um lugar não lugar
Um céu inexplorado
Um mar de águas doces
De lua prateada
Onde ele possa não se expor tanto
Decepcionar-se tanto
Ser o senhor da alma
E bombear mais
Muito mais que sangue...
 

domingo, 3 de janeiro de 2016

Adeus Ano Velho - Kleber Nunes


 
Pega o que restou de ti do ano anterior
Os trapos
Os medos
Os devaneios
Pega também as coisas boas
A esperança
A fé
A força interior que te move
Junta tudo isso e avalia o que deve permanecer
Joga o que não presta fora
Limpa tuas gavetas
Tua carteira
Doa as roupas que você mantém por manter
Troca de sabonete
Muda o caminho
Ouça mais música
Leia mais poesias
Aprenda a dizer não
Encontre prazer em dizer sim
Procure ser útil
Faça caridade
Sinta as sutilezas em tua volta
Contemple as estrelas
Experimente coisas novas
Faça novos amigos
Tente enxergar o mundo invisível
Questione a criação
A evolução
Defina o que significa Deus em tua vida
Leia mais livros
Visite mais museus
Dê mais rosas
Imite os passarinhos
Aprenda com as crianças
Seja irresponsável de vez em quando
Chupe bala
Coma chocolate
Chore com filmes tristes
Ria com piadas
Pelo amor de Deus!
Faça alguma coisa diferente
Se o primeiro dia de um novo ano
For apenas mais um dia
Tudo não passou de contagem das horas
De matemática
De morte paulatina
De esperar que alguma coisa boa aconteça
A esmo
Pela autoritária vontade de Deus
Mas Deus não comemora ano novo
Não estipula novas metas
Não manipula
Deus simplesmente continua
É preciso realizar um funeral simbólico
Enterrar a criatura antiga
Desejar-lhe paz
E renascer
 
 

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Pensamentos - Kleber Nunes

 

Meu abrigo é o pensamento
As inquietações da minh’alma
Quando ouso pensar sobre a vida
Quase todas as certezas sucumbem
 
No abrigo encontro paz e guerra
Lá está Deus
Lá está o Diabo
Lá eu posso ser realmente eu
 
O resto...
É sombra de árvores alheias como diz o poeta
É matemática
Ciência e carne
 
 
Refletir é libertador
É transcender
As respostas não estão sobre a mesa
Talvez sequer existam

 Tudo é pensamento...
 

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Lamento – Kleber Nunes


 
A beleza da vida está na ideia da criação
Na evolução que seja
Na engrenagem inexplicável e perfeita do corpo humano
No recomeço... 

E como tudo isso se perde!
A esperança morre e cresce a fome
Fome de paz
Fome de amor

Manifestem-se anjos do senhor
Não se calem
Por que a lama corre sem cessar
E as cegueiras ideológicas continuam matando

É linda uma rosa orvalhada
Mas é triste não poder contempla-la
É lindo o mar
 
Mas é insano afogar-se fugindo

Qual o sentido de tudo isso?
Tanta aflição para ter
Pouco ardor para ser
Uma corrida frenética sem ponto de chegada 

Matança em nome de Deus
Hipocrisia em nome do dinheiro
Objetivos fúteis
E a vida ruindo

Já dizia o poeta:
A verdade assombra
O descaso condena
E a estupidez destrói

Assim caminha a humanidade
 

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Você é livre – Kleber Nunes





Esperar da vida
Um manual de instruções
Um compêndio de boas práticas
Assemelha-se a covardia

Não há mapas que ensine a viver
Nem setas
Muito menos receitas prontas
A vida não é tabelada

Se espera da vida uma bússola
Um cabresto
Um Deus para Idolatrar
Ou um diabo para acusar, OK

O manual
O mapa
A receita pronta
A bússola
Deus
E o diabo
Proclamam:
- Você é livre